Crie sua própria mídia

Uma das características mais interessantes da Internet é que você tem a liberdade de criar sua própria mídia, e para isso ferramentas é que não faltam: temos blogs, wikis, MSN, Orkut e por aí vai. Pois bem, quando eu e a Taila fomos divulgar a Lolita’s Rock Party reparamos que no quesito “aonde ir no fim de semana” a coisa aqui pelo Vale do Rio dos Sinos estava meio lenta. Foi aí que surgiu a idéia de criar um boletim semanal para divulgar o que está acontecendo pela região:

Boletim SinosRock

O Boletim Sinos Rock é um email enviado todas as quintas-feiras com a programação do fim de semana do Vale do Rio dos Sinos e de Porto Alegre para aqueles quem gostam de festas com bandas e DJs que tocam rock. Para se cadastrar basta acessar o grupo PilgerIdzi no GoogleGroups ou enviar um email para pilgeridzi-subscribe@googlegroups.com e esperar o email que o GoogleGroups vai enviar para fins de verificação. Recebendo o mesmo é só clicar no link de confirmação e pronto, toda semana você vai ficar sabendo o que tem para fazer na região. E se alguém quiser divulgar alguma festa rock, basta mandar até a quarta-feira antes da festa um email para pilgeridzi@pilger.com.br.

Ou seja: sabe aquela história de não tem nada para fazer no fim de semana? Pois é, não é por falta de saber o que tá rolando que tu vai ficar em casa…

Estranho…

Olha, queria evitar falar sobre o acidente da TAM, pelo menos aqui no blog. Dei meus pitacos em uma que outra lista mas o caso é que não tenho muito o que falar, até porque ninguém na verdade sabe o que aconteceu para que tivéssemos a tragédia que tivemos. Mas tem uma coisinha nessa história toda que acho que seria interessante comentar…

Bem, tá todo mundo já cansado de saber que o secretário de Relações Internacionais da Presidência Marco Aurélio Garcia comemorou o fato de anunciarem no Jornal Nacional que provavelmente a culpa do acidente era do avião que apresentou um problema técnico. A falta de humanidade do gesto foi tão grande que conseguiu até ofuscar a notícia da morte de um dos mais importantes políticos do país nos sites de notícia do país.

Mas enfim, o que eu quero comentar e que me chamou muito a atenção é o seguinte: é normal ficar filmando o gabinete de uma pessoa em Brasília? Não, não quero defender o Marco Aurélio Garcia, quero só questionar isso: é normal? Por acaso tem uma equipe monitorando todo mundo pela janela?

Confesso que achei isso muito, mas muito estranho…

Mobilis só em setembro

O que acontece quando você tenta transformar um computador portátil em um receptor de TV Digital? A resposta é: burocracia.

Na sexta-feira antes do encontro recebi a notícia de que os entraves burocráticos haviam terminado e finalmente o Mobilis entrará em produção no Brasil até setembro.

Engraçado, pois achava que algumas poucas unidades para testes já haviam sido produzidas na fábrica do sul do país, para “aquecer” a linha de produção. Na verdade não há mais nenhum Mobilis no Brasil além dos 40 que estão em teste pelo projeto UCA.

A questão é que a legislação brasileira é muito complicada, para se aproveitar incentivos diversos deve-se acatar regras muitas vezes estranhas e defasadas. Por exemplo, o Mobilis já sair de fábrica pronto para receber a TV Digital Brasileira (que estréia em dezembro), mas os setup-box (conversores para a TVDB) só podem ser fabricados na Zona Franca de Manaus e não podem conter outros componentes. Só assim é possível aproveitar os incentivos fiscais que o governo está dando.

Na prática significa que o Mobilis pode ser fabricado no sul do país, mas o setup-box deve ser feito em Manaus, como um componente externo que se encaixa ao Mobilis. Fazer os dois juntos sai mais caro do que fazer os dois separados, em fábricas distantes milhares de quilômetros.

De qualquer maneira, em setembro (ou pelo menos antes do Natal) teremos o primeiro laptop/UMPC/sei lá… de baixo custo sendo produzido em larga escala. Num modelo único no mundo.

O pessoal da brasileira Telavo e da indiana Encore têm sido muito visionários para bancar esta brincadeira em meio a tantas dificuldades financeiras e burocráticas.

Pois é, pois é. Eu da minha parte que nem tenho TV em casa, e nem quero, a não ser para olhar DVDs, fico me perguntando porque isso tudo… Afinal qual é o sentido em transformar um computador m-ó-v-e-l em um receptor de TV????? É para o consumidor deixar o computador parado em casa? Não tem muito sentido isso.

Mas enfim, como o Jaime Balbino disse só em setembro o Mobilis entrará em produção. Isso quer dizer que provavelmente só em dezembro a gente vai ver esse aparelho à venda.

Só em dezembro…

Bem, taí um belo presente de Natal, não? Só espero que coloquem ele no mercado com um layout clean, nada colorido para a criançada. Seria embaraçoso ficar lendo PDFs sobre PMI num dispositivo cheio de desenhos do X-Men. 😀

E o Encore Mobilis?

E eis que no dia primeiro de julho o Encore Mobilis não foi colocado à venda. Enviei então o seguinte email para a Polishop:

Olá

Vocês tem alguma previsão de quando vão começar a vender o Encore Mobilis? O que estava circulando é que era para o dia primeiro o início das pré-vendas, né? O que houve? Atraso na produção?

Confesso que não acreditava que iam me responder, mas o caso é que… responderam! :-) Tá aí a resposta então:

Prezado Sr. Charles,

Agradecemos o seu contato.

Informamos que o lançamento e comercialização do Laptop Mobilis será comunicado a todos assim que recebermos uma data definida do nosso fornecedor.

Nos colocamos à sua disposição.

Atenciosamente,
Monica Guilherme
SAC Polishop

Pois é, como disse o caro professor Meira: “Nunca vi um projeto da área de TI que tenha sido entregue no tempo”. Então o negócio é esperar mesmo…

Contra-guerrilha

Pois é, depois de ver uma tentativa frustrada de ver forçarem um viral numa lista de discussão que eu faço parte decidi fazer o seguinte: toda vez que eu receber uma mensagem do tipo vou divulgar, mas não só não citando o nome da empresa associada, mas sim a de um concorrente que faz produto similar e/ou que eu goste mais. Não tem publicitários por aí que trabalham com o conceito de “falem bem, falem mal, mas falem de mim”? Pois é, então vamos dar destaque à concorrência.

Assim sendo, a coisa vai ficar assim: uma empresa de cervejas que pertence a uma grande companhia de bebidas que não é a FEMSA (ou seja, não é nem a Kaiser nem a Sol) resolveu fazer um vídeo a lá Noah:


Assim sendo, com o mote de 5 anos da marca foi lá e juntou 3 barbados numa mesa e simulou um bar em que fotos dos 3 foram tiradas durante esses 5 anos. Pois é, se você for parar para pensar, é um vídeo totalmente sem graça. Então, o que se faz para esquentar? Se sai espalhando que talvez, quem sabe, há uma mulher nua no vídeo. Ok, então vamos lá:


Bem, o que temos? Temos uma mulher com uma roupa cor da pele. Levando em conta que ela aparece num piscar de olho, se fez um burburinho em cima do velho mote mensagem subliminar. Pois é, cascata pura.

Assim sendo, antes de você sair por aí perdendo tempo tentando capturar o momento em que essa cena aí aparece leve em conta que o resultado é esse mesmo, uma tentativa de fazer você de bobo. E só para esclarecer: não, eu não fiquei parando a imagem para capturar ela, mas sim usei um programa para gravar na minha máquina um arquivo do YouTube e depois usei outro que converte um vídeo em imagens.

E lembre-se: não foi nem a Kayser, nem a Sol, tampouco a Schincariol , que tentou te fazer de bobo, ok? Ahn, ok, ok, pelo menos nesse caso… :-)